Cidades

Amapa, AP

Chuva
27º C Quarta-Feira
-18º
24º
Qui
31º
24º
Sex
31º
24º
Sab
30º
24º
Dom
30º
24º

Amapá é um município (também pode ser chamada de "cidade"), localizada no estado de Amapá (a sigla deste estado é "AP").


Sobre Censo Demográfico: O Censo realizado pelo IBGE aponta população estimada em 8.622 habitantes, sendo aproximadamente 4.211 homens e 3.858 mulheres. A densidade demográfica de 0.88 km².


As pessoas nascidas em Amapá/AP são chamadas de "amapaense" (na expressão popular "Quem nasce em Amapá é amapaense"). Atualmente existem 6.164 alfabetizados. O DDD (Discagem Direta a Distância) é 96


Sobre Religião: Segundo censo na cidade de Amapá existe 5.484 habitantes da religião católica, 1.930 habitantes da religião evangélica e 30 habitantes espíritas.


Sobre IDHM: (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) que é composto por indicadores de três dimensões: longevidade, educação e renda. Este índice varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento humano. O IDHM de Amapá/AP é 0.642 .

O código do município de Amapá do IBGE é 1600105. Existem 7 postos de saúde (SUS) em Amapá.


Saiba mais sobre Amapá/AP: Identificamos em pesquisas realizadas em nosso banco de dados que existem aproximadamente 2 ruas cadastradas, distribuídas em 1 bairros (publicamos a relação destes 1 bairros organizados alfabeticamente na parte inferior desta página) na cidade de Amapá/AP. E encontra-se também cadastradas em nossa base de dados cerca de 36 empresas, comércios, prestadores de serviço, profissionais liberais, autônomos, dentre outros. Sendo que estes podem ser facilmente encontradas em: applocal.com.br/empresas na cidade de Amapá/AP.


Município de Amapá
Município Amapá
Estado Amapá
Gentílico amapaense
IDH 0.642
População
Total Estimada 8.622 Homens 4.211 Mulheres 3.858 Densidade 0.88 hab./km²
Religião
Católicos 5.484 Evangélicos 1.930 Espíritas 30
Fonte: IBGE
Em 1615, reunidos sob a mesma bandeira, portugueses e espanhóis expulsaram os franceses do Maranhão e voltaram seus esforços para a Amazônia e Guiana. Francisco Caldeira Castelo Branco atingiu o Pará e fundou o fortim do Presépio, a 12 de janeiro de 1616, posto avançado contra invasões de holandeses, ingleses e franceses. Em 1647, Portugal, já desligado da Espanha, enviou Sebastião de Lucena Azevedo, que venceu os últimos grupos batavo-britânicos. Restavam ainda os franceses, alojados nas terras da Capitania do Norte, criada pela Corte de Madri, em 1637, em luta contra portugueses e brasileiros. As lutas se sucederam até que, em 14 de janeiro de 1808, o corpo de voluntários paraenses, comandado pelo Tenente-Coronel Manoel Marques, apossou-se da Guiana Francesa, só restituída a 27 de dezembro de 1817. Seguiram-se tempos de paz, até a descoberta das minas de Calçoene, pelos garimpeiros paraenses, naturais de Curuçá, Germano e Firmino em 1893. Nessa época reacenderam os problemas políticos de fronteira. O fato mais importante dessa disputa internacional foi, sem dúvida alguma, o desembarque de tropas francesas, a 15 de maio de 1895, na pequena vila de Amapá. Ao ato agressivo, reagiram os brasileiros, comandados por Francisco Xavier da Veiga Cabral, o Cabralzinho, repelindo a invasão. O fato levou as nações interessadas a colocar o problema pendente de solução nas mãos de árbitros e a escolha recaiu no Presidente da República Helvética. Em 21 de janeiro de 1901, após o laudo favorável de Berna, de 1° de dezembro de 1900, o governo brasileiro procurou organizar a região, com o nome de Território de Aricari. O Município originou-se da incorporação ao Estado do Pará de todo o antigo Contestado do Amapá, pelo Decreto n° 938, de 21 de janeiro de 1901. Pelo Decreto n.° 939, do mesmo mês e ano, foi criado o Território com denominação de Aricari, com duas circunscrições: Amapá e Cassiporé.. Fonte: IBGE e Prefeitura Municipal.

Bairros de Amapá