Cidades

Crixas, GO

Trovoadas
28º C Quarta-Feira
30º
23º
Qui
29º
23º
Sex
32º
23º
Sab
32º
23º
Dom
32º
24º

Crixás é uma cidade, localizada no estado de Goiás (a sigla deste estado é "GO").


Sobre Censo Demográfico: O Censo realizado pelo IBGE aponta população estimada em 16.695 habitantes, sendo aproximadamente 8.254 homens e 7.506 mulheres. A densidade demográfica de 3.38 km².


As pessoas nascidas em Crixás/GO são chamadas de "crixasense" (na expressão popular "Quem nasce em Crixás é crixasense"). Atualmente existem 12.972 alfabetizados. O DDD (Discagem Direta a Distância) é 62


Sobre Religião: Segundo censo na cidade de Crixás existe 10.995 habitantes da religião católica, 3.851 habitantes da religião evangélica e 152 habitantes espíritas.


Sobre IDHM: (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) que é composto por indicadores de três dimensões: longevidade, educação e renda. Este índice varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento humano. O IDHM de Crixás/GO é 0.708 .

O código do município de Crixás do IBGE é 5206404. Existem 12 postos de saúde (SUS) em Crixás.


Saiba mais sobre Crixás/GO: Identificamos em pesquisas realizadas em nosso banco de dados que existem aproximadamente 3 ruas cadastradas, distribuídas em 1 bairros (publicamos a relação destes 1 bairros organizados alfabeticamente na parte inferior desta página) na cidade de Crixás/GO. E encontra-se também cadastradas em nossa base de dados cerca de 203 empresas, comércios, prestadores de serviço, profissionais liberais, autônomos, dentre outros. Sendo que estes podem ser facilmente encontradas em: applocal.com.br/empresas na cidade de Crixás/GO.


Município de Crixás
Município Crixás
Estado Goiás
Gentílico crixasense
IDH 0.708
População
Total Estimada 16.695 Homens 8.254 Mulheres 7.506 Densidade 3.38 hab./km²
Religião
Católicos 10.995 Evangélicos 3.851 Espíritas 152
Fonte: IBGE
Crixás Goiás - GO A colonização de Crixás, região compreendida entre os Rios Crixás-Açu e Crixás-Mirim, iniciou-se com a passagem da bandeira chefiada por Bartolomeu Bueno, filho do Anhanguera, em 1726, quando ali se descobriram ricas minas de ouro. A região era habitada pelos índios Kirirás ou Curuchás, cuja tradução do tupi: CRIXÁS deu origem à denominação dos dois grandes rios e da povoação nascente. A fundação do povoado é atribuída ao bandeirante Manoel Rodrigues Tomás, companheiro de Bartolomeu, no período de 1726 a 1734, com a denominação de Nossa Senhora da Conceição, mais tarde Crixás. Segundo outra corrente histórica, foi o sertanista Domingos Pires o fundador da povoação de CRIXÁS, em 1734, elevada a arraial em 1740. Em janeiro de 1755, o arraial de Crixás foi elevado a paróquia, condição em que permaneceu por quase dois séculos, tornando-se sede da vila transferida de Pilar, a cujo distrito pertencia. Pelo Decreto-Lei Estadual nº 557, de 30 de março de 1938, o Distrito de Crixás perdeu para o de Pilar as prerrogativas de sede municipal. Pela Lei Estadual nº 850, de 30 de outubro de 1953, criou-se o Município de Crixás, instalado oficialmente em 1º de janeiro de 1954. No auge da exploração aurífera, integrou-se na história de Crixás o geólogo Albrecht Pedro Dutz, o Alemão, descobridor das famosas minas de ouro chapéu de Sol, e Venâncio, em terras posteriormente adquiridas por uma Companhia Inglesa, cuja exploração durou até 1923, quando os ingleses evadiram-se com todo o ouro fundido, em virtude de revolta no garimpo. Atualmente, Crixás destaca-se, em termos de Estado, na criação de rebanho bovino, representando a pecuária o sustentáculo de sua economia, embora seu solo seja bastante rico em minérios. Gentílico: crixasense. Fonte: IBGE e Prefeitura Municipal.

Bairros de Crixás