Exu é uma cidade localizada no estado de Pernambuco (a sigla deste estado é "PE").


Sobre Censo Demográfico: O Censo realizado pelo IBGE aponta população estimada em 31.928 habitantes, sendo aproximadamente 15.485 homens e 16.151 mulheres. A densidade demográfica de 23.65 km².

 

As pessoas nascidas em Exu/PE são chamadas de "exuense" (na expressão popular "Quem nasce em Exu é exuense"). Atualmente existem 21.312 alfabetizados.


Sobre Religião: Segundo censo na cidade de Exu existe 29.194 habitantes da religião católica, 1.812 habitantes da religião evangélica e 93 habitantes espíritas.


Sobre IDHM: (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) que é composto por indicadores de três dimensões: longevidade, educação e renda. Este índice varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento humano. O IDHM de Exu/PE é 0.576 .

O código do município de Exu do IBGE é 2605301. Quantidade de Postos de Saúde e Exu, PE: 14.


Saiba mais sobre Exu/PE: Identificamos em pesquisas realizadas em nosso banco de dados que existem aproximadamente 6 ruas cadastradas, distribuídas em 4 bairros (publicamos a relação destes 4 bairros organizados alfabeticamente na parte inferior desta página) na cidade de Exu/PE. E encontra-se também cadastradas em nossa base de dados cerca de 139 empresas, comércios, prestadores de serviço, profissionais liberais, autônomos, dentre outros. Sendo que estes podem ser facilmente encontradas em: applocal.com.br/empresas na cidade de Exu/PE.

História da Cidade Exu, PE:

Município de Exu
Município Exu
Estado Pernambuco
Gentílico exuense
IDH 0.576
População
Total Estimada 31.928 Homens 15.485 Mulheres 16.151 Densidade 23.65 hab./km²
Religião
Católicos 29.194 Evangélicos 1.812 Espíritas 93
Fonte: IBGE
Exu Pernambuco - PE Nos primeiros anos do século XVIII teve início a povoação de Exu, decorrentes dos contatos da tribo indígena Ançu, com a Fazenda da Torre, à margem do Rio São Francisco, habitada por proprietários baianos. Os indios, já amigos dos vaqueiros daquelas fazendas, levara, estes às suas tabas e ao regressar os vaqueiros informaram aos patrões que as terras onde moravam os índios, eram cheias de fontes de águas excelentes e os terrenos de muito boa qualidade para o cultivo e criar. Conhecida a região, os fazendeiros se transferiam para lá. Logo após chegaram alguns jesuítas, que ali permaneceram alguns anos e, partiram deixando apenas vestígio de suas estadas, pois construíram uma capelinha ao Senhor Bom Jesus dos Aflitos, que tornou-se o padroeiro da cidade. A denominação Exu, conforme os habitantes da terra, existem duas versões, uma decorrentes de uma corrutela do nome da tribo Ançu da nação Cariris e a outra, que os índios puzeram o nome de Exu, devido a um tipo de abelhas de ferrão, denominadas Inxu, que ao ferroar causava muita dor. Conforme informações locais, a penetração do município, ocorreu no século XVIII, pelos portugueses, tendo à frente Joaquim Pereira de Alencar, avô do Barão do Exu. Em 1734, era criada a freguesia do Senhor Bom Jesus dos Aflitos de Exu. No ano de 1846, o povoado de exu era elevado à categoria de vila, em 1849, outra lei transferia a sede do termo para Ouricuri, seguindo-se várias outras leis como: a de 1858, restaurou-a na categoria de vila; a de 1862, anexando-a à comarca de Cabrobó; a de 1863, que transferiu a vila para Granito; a de 1872, que a considerava sede da freguesia; as de 1874, que restaurou-a na categoria de vila; a de 1881, elevou-se comarca e, a de 1883, tirava-lhe a classificação de comarca. O município foi instalado em 07 de junho de 1885, passando a autônomo em 09 de julho de 1893, em face a lei n 52, de 03 de agosto de 1892, sendo seu primeiro prefeito Manoel da Silva Parente. Em 1895 foi supresso o município, sendo restaurado em 1907, com nome de Novo Exu. Gentílico: exuense ou exuoara


Fonte: IBGE e Prefeitura Municipal.